Publicado por: carineroza | janeiro 15, 2009

Por quê?

Por quê? Por que eles voltaram???

Sabe o porquê? Aliás, sabe os porquês? Primeiro porque vemos tanta coisa por aí que não conseguimos guardar para nós mesmo, segundo porque queremos manifestar nossa repulsa as novas regras da língua portuguesa (blarhg), terceiro porque várias, eu disse várias, pessoas pediram nossa volta.

Estranho esse 2009, não? Quando penso no ano que se inicia eu lembro da música do Nando Reis: “não vou me adaptar”, e parece que não vou mesmo, mas descobri que sou boa em viver, é eu sei viver, seja lá como for, mas sempre haverá alegria e um motivo para recomeçar, nem que seja eu mesma.

Terminei crepúsculo, comecei lua nova, e não dá para deixar de citar um parágrafo dos pensamentos de Bella que combinam muito com o atual momento:

“O TEMPO PASSA. MESMO QUANDO ISSO PARECE IMPOSSÍVEL. Mesmo quando cada batida do ponteiro dos segundos dói como sangue pulsando sob um hematoma. Passa de modo inconstante, com guinadas estranhas e calmarias arrastadas, mas passa. Até pra mim.”

Fiquem bem crianças, a vida é boa!

Anúncios
Publicado por: Rodrigo | janeiro 7, 2009

Resoluções de Ano Novo

Na época em que um novo ano se inicia, é comum as pessoas listarem o que querem fazer – ou deixar de fazer – nos próximos 365 dias. Nessas listas aparecem diversas coisas como: ler um livro, plantar uma arvore, usar menos o carro e andar, aprender um poema, mais tempo para os filhos/marido/esposa, entrar em forma, fazer trabalho voluntario, conhecer um novo lugar, voltar a estudar, parar de fumar, e até mesmo não fazer mais resoluções de ano novo…

Mas é preciso força de vontade e persistência para que as resoluções realmente aconteçam. Se não, provavelmente elas não vão passar da primeira semana do ano novo.
Pessoalmente eu não fiz nenhuma para 2009, mas quem sabe o pessoal da balaio não tenta uma: Manter o blog ativo.

Publicado por: carineroza | fevereiro 29, 2008

Brasil brasileiro

Hoje um paquistânes que está no paquistão me perguntou se o Brasil era como ele lia, uma grande floresta, pensei em mandá-lo pra paquistanesa que pariu, mas relevei, já que também sei pouquissímo de onde ele vive, e disse que não, que o mundo sabe pouco sobre o Brasil. Ponto final. Conversa finalizada.

Depois refleti, o que mesmo o mundo precisa saber do Brasil? O que eu poderia contar para ele para expressar quem somos? Humm… Melhor deixar ele pensando que o Brasil é uma grande floresta. Afinal de contas as vezes me sinto mesmo no meio da selva.

Publicado por: krustytheclown | dezembro 13, 2007

A derrota que lulaiaiai contou nos dedos…

    4 votos. Quatro a menos a menos. Exatamente a quantidade de dedos que o presidente tem na mão (esquerda ou direita?). Esse foi o número de senadores favoráveis a menos para que se derrubasse de vez o reinado da CPMF.

     Ela que teria sido a salvação da saúde pública. Ela, que teria sido pouco relevante no dia-a-dia dos brasileiros e muito importante para os hospitais da rede pública. Ela, que ao longo dos anos perdeu seu foco e se tornando numa das piores inimigas da gente que trabalha. 

    Fornicou a conta bancária de todos nós desde 1993, quando foi criada com o carinhoso nome IPMF. Parou por um tempinho e depois voltou com força. De imposto PROVISÓRIO passou a se chamar Contribuição provisória e por pouco não fez com que o dicionário da lingua portuguesa ganhasse um novo sinônimo para a palavra “permanente”, que curiosamente seria seu próprio antônimo.

   

    Até passou por manobras radicais pra não se tornar inconstitucional. Arrecadou tanto que chegava a sobrar dinheiro. Cobria todo o orçamento da saúde e ainda dava pra cobrir mais gastos da máquina pública. Legal, não??

   

    Hoje eu acordei e ouvi a Ana Amélia Lemos falando algo que demorei a entender…até que entendi!!!

   

    FOI-se a CPMF. Adiós. Confesso que pensei jamais ver isso em vida: a extinção de uma contribuição como essa, que tributa o dinheiro, e não o produto.

   

    Agora alguns que são a favor dela tentam convencer a população de que sem os 40 bi que ela arrecadaria será difícil administrar as contas do SUS e do BOLSA FAMÍLIA. HAAAAAAAAAAAAAH. O bolsa família come da mesma carne que os hospitais. Que ótimo.

    Corta fora a esmola então, simples assim… O que é prioritário? Dar esmola ou cuidar da saúde?

   

    Para um governo popululista, não sei não. Gente morta não vota. Gente infeliz, vota – CONTRA.

   

    Ah, e o que também estão tentando nos fazer engolir é de que o país perdeu os 40 bilhões. Perdeu?

 Engraçado. Quer dizer que se pensarmos burramente, como eles querem que pensemos, todo mundo vai deixar de ter aquele porcentual que pagava pelas movimentações?? 

Estranho….

   

    Na minha cabeça, pelo menos, as coisas são diferentes.

 

    Se joão pagava 10 reais de cpmf por mês, o quê ele vai fazer com os 10 reais que ele não pagará mais a partir de janeiro???

 Comprar balas, chiclets, pão, batata. Vai colocar gasolina na sua kombi e fazer um frete a mais. Vai comprar mais geléia pro pão. Vai comer mais carne, ou comprar um fogão novo. 

     E a madame, que pagava 650 reais de cpmf, o quê vai fazer com essa soma???

Contratar uma nova faxineira, comprar mais jóias e blusas para dar de presente. Vai trocar aquela luminária da sala, que já tem uns 3 meses e tá ficando fosca, ou vai comprar uns quilos a mais de castanha de cajú e tâmaras caramelizadas para o Natal. 

   

     EXATAMENTE. A economia vai ter QUARENTA BILHÕES DE REAIS (aproximadamente) a mais em circulação. Isso significa MAIS   EMPREGO, mais transações comerciais que geram arrecadação: ICMS, IOF, Cofins, CIDE, IPI…

   

 

    Péssima notícia pra quem vive de bolsa algumaCoisa.

    Vai ter de trabalhar…

    Foda né?

 

TCHAU IMPOSTO DO MAU (não, eu não errei. Ele é mau mesmo.)

  

 “…E o sol da liberdade em raios fúlgidos brilhou no céu da pátria nesse instante…”

PMDB diz que votará a favor da CMPF caso o ministério de Minas e Energia fique com um PMDBista.

Na ultima votação contra Calheiros, ficou "combinado" que todos votariam contra a cassação e que assim, Renan renunciaria ao seu cargo.

Alguém pode me dizer a partir de quando isso virou algo normal? Não vi nenhum jornal avaliar isso como antiético. Putas pagas, alguém pode me dizer data e hora que essa merda ficou desse jeito?

Outra coisa que aconteceu nas ultimas semanas, no cenário político: Aqui no sul, oposição – e até mesmo alguns da situação – desaprovam um pacote que tenta solucionar os problemas financeiros enfrentados pelo estado. Não quero entrar no mérito de o pacote ser ou não a solução, mas quero entar no mérito de que, a função da oposição não é somente votar contra o governo, mas sim criar e aprovar projetos que substituam os não aprovados. E mais, porque o PT aprova (ou articula para que seja aprovado) imposto em Brasília (leia aqui CPMF), e é contra o aumento de impostos aqui no sul?

« Newer Posts - Older Posts »

Categorias